Como a psicologia pode te ajudar a emagrecer?

Há uma frase muito conhecida que diz “loucura é fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. Infelizmente isso é que o mais acontece na vida das pessoas. Muitos dos problemas vivenciados são frutos de decisões tomadas em momentos de profundo desequilíbrio emocional e as pessoas lutam para tentar resolvê-los sem antes resolver os problemas emocionais que as levaram a tal situação. É preciso emoções estruturadas para construir uma vida estruturada.

A obesidade por exemplo quase sempre está ligada a problemas emocionais que impedem uma rotina saudável com alimentação equilibrada e prática de exercício físicos. Sem resolver esses problemas as tentativas de emagrecer serão frustradas, pois as pessoas podem até criar estratégias, mas os problemas emocionais não permitirão que sejam colocadas em prática. Se você está com dificuldades para emagrecer, o problema possivelmente não é a estratégia é o seu estado emocional para fazer a estratégia funcionar.

A maioria dos métodos de emagrecimento oferecidos por diversos profissionais no mercado focam em “como podemos te emagrecer”. O meu trabalho é focado em “porque você engordou e como você pode mudar isso”. Esse é o grande diferencial da Terapia Cognitivo Comportamental focada em emagrecimento. Geralmente os pacientes chegam ao meu consultório porque já tentaram emagrecer de diversas formas e não conseguiram. Várias dietas e treinos interrompidos fazem parte do histórico da maioria dessas pessoas.

As frustrações com as tentativas de emagrecer acontecem porque as pessoas focam no “como” e não no “porquê”.

A primeira etapa para um processo de emagrecimento de sucesso é entender: quando você começou a engordar, quais são os comportamentos que te mantém acima do peso e quais são as suas principais dificuldades para mudar de atitude. Respondidas essas perguntas você começa a fortalecer a autoestima, enfrentar os problemas emocionais e retomar os projetos de vida que haviam sido interrompidos por esse conjunto de fatores, entre eles o desejo de emagrecer.

Muitas pessoas desejam emagrecer por acreditarem que, quando conquistarem esse objetivo passarão a gostar de quem são e, assim, vários problemas da vida serão resolvidos. No entanto, o caminho é inverso. Para conseguir é preciso desenvolver três importantes sentimentos: autoestima, autoresponsabildiade e autoconfiança. Não gostar de quem você é, culpar a vida e focar nas suas escolhas ruins é um dos caminhos para você NÃO ter sucesso.

É preciso aceitar com mais compreensão a sua própria história, suas fraquezas e começar a amar quem você é, independente dos seus defeitos. Os resultados só acontecem para as pessoas que abandonam um histórico de culpas e começam a se olhar com mais amor, responsabilidade e confiança.

Gostar de si mesma e acreditar na sua capacidade de realizar o que deseja te ajudará a fortalecer seus potenciais, a aceitar seus erros e a fazer escolhas diferentes de agora em diante.

Você emagrece não porque deseja ser outra pessoa, mas porque se ama, acredita que merece ter uma qualidade de vida melhor e com isso terá motivação para se esforçar ao máximo para conquistar o que quer. Uma alimentação saudável permanente, o fim do sedentarismo e a determinação para cumprir metas são consequência do autoconhecimento que te mostrará seus pontos fortes, seus pontos fracos e as ferramentas para utilizá-los a seu favor.

Se você se sente frustrada por estar tentando emagrecer a tanto tempo sem sucesso, não pense que você é incapaz, o que falta é aprender sobre o processo psicológico necessário para emagrecer com saúde mental e física. É preciso aprender a pensar: “Eu gosto de quem eu sou e por isso mereço ser a melhor versão de mim mesma”. A psicoterapia Cognitivo Comportamental como foco em emagrecimento vai te conduzir nesse processo de mudança de pensamento, apresentar as ferramentas, acompanhar o aprendizado e te dar plenas condições de atingir seus objetivos.

Eu posso te ajudar. Agende sua consulta

Posted by Psicóloga Luciana Brasil